Afinal, o que são os medicamentos?

Segundo a ANVISA, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, os medicamentos são produtos farmacêuticos elaborados para diagnosticar, prevenir, curar doenças e aliviar seus sintomas, sendo produzidos com rigoroso controle técnico para atender às regulamentações desse órgão. Os medicamentos são compostos por substâncias ativas com propriedades terapêuticas cientificamente comprovadas que podem ser chamadas de fármacos, drogas ou princípios ativos.

more “Afinal, o que são os medicamentos?”

Como escolher o melhor método contraceptivo?

Falar sobre saúde da mulher ainda é um tabu para muita gente, mesmo  que os ciclos femininos, a fertilidade e os assuntos que envolvem questões sexuais sejam biologicamente naturais e inatos.

 

No entanto, é necessário que o ciclo menstrual, a gravidez e os tratamentos vaginais sejam naturalizados, promovendo a maior divulgação da necessidade dos cuidados com a saúde íntima feminina.

 

Para isso foi criada a Lei de Planejamento Familiar em 1996, assegurando o direito dos cidadãos à recursos educacionais, informativos, técnicos e científicos que sejam capazes de assegurar a saúde sexual e reprodutiva dos indivíduos.

 

A Lei de planejamento familiar, unida ao desenvolvimento de métodos contraceptivos reversíveis, garante a qualidade de vida, uma vez que é possível planejar o número de filhos que se deseja ter, evitar  a reincidência de gestações de alto risco e, em alguns casos, prevenir a transmissão de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs).

 

Tipos de método contraceptivos reversíveis

 

Hoje existem inúmeros métodos contraceptivos, fazendo com que cada mulher possa optar pelo método que melhor se adapta ao seu organismo, rotina ou gosto pessoal.

 

1. Pílulas anticoncepcionais – sendo o mais utilizado entre as mulheres brasileiras, esse método consiste na ingestão diária de pílulas que contém hormônios. Cada pílula é composta por um hormônio, podendo ser progesterona, estrogênio sintético ou até mesmo uma combinação desses dois hormônios. Metabolizadas no fígado e no estômago, as pílulas inibem a ovulação e modificam o muco cervical, tornando-o hostil para os espermatozóides.

O anticoncepcional de uso oral é um método contraceptivo altamente eficaz, tendo um percentual de falha de  apenas 0,1%. A opção pelo anticoncepcional deve ser acompanhada por um ginecologista, que irá avaliar as possíveis complicações e indicar o melhor medicamento para cada organismo.

As pílulas devem ser tomadas sempre no mesmo horários e, em caso de esquecimento, deve-se consultar a bula. Cada medicamento deve ser tomado por um número seguido de dias (normalmente 21 ou 28) e as cartelas podem ser emendadas caso seja permitido pelo médico responsável.

Alguns anticoncepcionais são indicados por médicos ginecologistas ou endocrinologistas para atuarem como tratamento hormonal, além de prevenção sexual. A maior parte das recomendações diz respeito ao tratamento de ovários policísticos, ao tratamento de endometriose e até mesmo a questões dermatológicas como controle de acne e redução da oleosidade.

 

2. Anticoncepcional Injetável – diferente das pílulas com uso oral, o  anticoncepcional injetável consiste na injeção intramuscular de hormônios. A versão mensal desse medicamento leva estrogênio e progestagênio, enquanto a versão trimestral conta apenas com progesterona. Os hormônios agem da mesma forma que nas pílulas, mas o injetável tem a vantagem de evitar esquecimentos diários.

 

3. Dispositivo Intra-uterino (DIU) – disponível em duas versões, o dispositivo intra-uterino é inserido na parte interna do útero. O DIU de cobre pode ser utilizado por até cinco anos e tem ação espermicida devido a sua composição, além de dificultar a movimentação dos espermatozóides em direção ao útero. A versão hormonal do dispositivo atua liberando progestagênio, inibindo o crescimento do endométrio e dificultando a mobilidade do espermatozóide.

 

4. Camisinha – em versões masculinas e femininas, a camisinha masculina é um método muito  tradicional que, além de prevenir gravidez, é eficiente para a proteção de doenças sexualmente transmissíveis.

A camisinha masculina é um envoltório fino normalmente feito a base de látex que deve ser colocado no pênis masculino antes da relação, a camisinha feminina tem a mesma composição da masculina e deve ser inserida na cavidade vaginal, onde formará uma capa protetora para o útero, impedindo a passagem dos espermatozóides. As camisinhas são de uso único e apresentam somente 2% de chance de falha.

 

5. Diafragma – utilizado em conjunto com espermicida, é um método bem semelhante à camisinha feminina – também é  inserido na cavidade vaginal formando uma capa protetora. Deve ser inserido de 15 a 30 minutos antes do ato sexual, podendo ser retirado de 6 a 8 horas após a relação.

 

6. Anel Vaginal –  o anel vaginal é outro método que deve ser inserido na cavidade vaginal. Composto de etileno vinil acetato, o anel contém dois hormônios que são liberados gradativamente, inibindo a ovulação e impedindo a gravidez. O anel pode permanecer na mulher durante três semanas. Esse método libera um par de hormônios que inibem a ovulação, impedindo a gravidez. O Anel vaginal possui 91% de eficácia e não oferece proteção para doenças sexualmente transmissíveis.

 

7. Implante subdérmico – o implante subdérmico, ou subcutâneo, é aplicado abaixo da pele por um médico ginecologista. Esse método contraceptivo pode ser utilizado por até três anos e é indicado para pacientes com histórico familiar de trombose, uma vez que contém apenas progesterona.

 

8. Adesivo – o adesivo é quase autoexplicativo: consiste em um pequeno adesivo colocado sobre a pele em qualquer lugar do corpo, que atua liberando hormônios que serão absorvidos pela pele. O adesivo deve ser substituído semanalmente e basta não repô-lo na quarta semana para que o ciclo menstrual recomece.

 

E acesse o site da Farma 22 e confira diversos remédios em oferta e com rápida entrega! De remédios para menopausa a pílulas do dia seguinte, você encontra de tudo para a saúde da mulher!

O ABC das vitaminas

 

Quem nunca ouviu a expressão “dieta vitaminada”? Esses componentes são sinônimo de saúde e disposição, por isso é importante ter uma alimentação rica e diversificada para garantir sua dose diária de vitaminas.

more “O ABC das vitaminas”

Seja um expert em proteção solar!

Em um país tropical como o Brasil, não dá para abrir mão do protetor solar, certo? É verdade que nos dias quentes a incidência de sol aumenta os riscos de efeitos prejudiciais a pele. Mas o protetor solar deve ser usado diariamente porque mesmo a luz artificial emite raios ultravioleta, responsáveis pelo envelhecimento da pele. Conhecidos como UVB, eles agem causando queimaduras solares, vermelhidão e câncer de pele – o câncer mais incidente no Brasil, correspondendo a 25% de todos os tumores da população.

more “Seja um expert em proteção solar!”

Vamos falar sobre absorventes?

Um acessório que acompanha praticamente todas as mulheres por boa parte da vida. Mesmo assim, muitas ainda têm dúvidas. Então descubra tudo sobre esse produto!

 

Por mais que a mulher tome as pílulas direitinho e tenha um bom controle do calendário, às vezes não tem jeito – a menstruação vem de surpresa! O absorvente é um acessório prático e eficiente para evitar qualquer problema, já que mal ocupa espaço na bolsa. Mas atenção: se for usado incorretamente, o produto pode causar infecções graves, já que o sangue é um veículo perfeito para a proliferação de bactérias. O recomendado é trocar o absorvente a cada quatro horas, ou até menos, se o fluxo for intenso.

more “Vamos falar sobre absorventes?”

Alimentos Antioxidantes Naturais

Para ter uma boa qualidade de vida, um dos princípios é baseado na ingestão de alimentos saudáveis, compostos por todos os grupos de macronutrientes (carboidratos, gorduras e proteínas) e micronutrientes (vitaminas e minerais), de forma equilibrada e variada, as chances de o organismo se fortalecer e funcionar melhor aumenta consideravelmente.

Mas ainda dá para incrementar esse cenário e tirar mais vantagem da alimentação. Uma ótima alternativa é a inclusão de alimentos funcionais no cardápio do dia-a-dia com propriedades que beneficiam a saúde.

Os radicais livres (agentes oxidantes) são moléculas que, more “Alimentos Antioxidantes Naturais”

Uso da Homeopatia para Tratamento e Prevenção da Gripe

Nessa época do ano, abrangendo os meses de julho, agosto e setembro, o frio é mais rigoroso e é imprescindível que tenhamos uma atenção maior com as doenças do trato respiratório.

Dores de garganta, tosse, calafrios e fraqueza muscular podem ser indicativos das doenças típicas do inverno que, sem o tratamento apropriado, podem causar consequências mais graves.

Para proteger você e sua família, existem algumas formas de prevenção, como: more “Uso da Homeopatia para Tratamento e Prevenção da Gripe”